terça-feira, novembro 07, 2006

Não te tenho visto...

-Então senhor antunes?(não posso precisar, mas juro que me pareceu ser antunes!)não o tenho visto.. como é que estamos vamos indo nunca pior enquanto for assim é bem bom(nem pontuo, e não pontuo porque a conversa é mecanizada...de modo que são conversas produzidas em série!) -Deixe-me tirar-lhe as brancas!
que vontade de voltar atrás e começar tudo de novo, evitar que certas pessoas entrassem na vida, exigir que outras já lá tivessem entrado..
-Não tens noção!!!! E soa-me de uma maneira tão melodiosa, tão perfeita, de modo que tu do meu lado a dizeres -Não tens noção! mas não tens mesmo...
sempre demasiados dentes na minha boca, para impedir que os meus sentimentos saiam cá para fora.. já parti dois dentes(porque é que quiseste dominar a bola com a cara? o futebol não é tudo!!!pai parti um dente... 12 contos avó! mas tá como novo!... sempre este encadear de recordações á velocidade do metro a passar em cima da ponte e nunca conseguir ver em condições quem vai lá dentro, mas ficam alguns traços de cada pessoa!) mas nem com eles partidos, os sentimentos saíram!
não te tenho visto solução, de modo que não fazes nada também... -parte os dentes! run!!!run hurry!fight!! ("run to the hills, run for your life!" conheces essa? que antigo...mas, canta essa aí por favor!)is every man for himself!! finding for a solution(ele não disse isso, sabes que não..!)
como a sopinha(ou a sandes, ou a chiclet até..) até ao fim a falar disto e daquilo, sem dar a entender que tou triste, que o aperto está lá, que o nó da garganta está lá(sempre foi um bico d'obra para fazer nós e como é que a minha garganta fá-los tão bem?) e no fim talvez me sente no fundo do quintal, lembrando que te vi no sá da bandeira com os fotógrafos e os padrinhos, mas não vou chorar, homem não chora e ainda que chorasse, eu não choro!porque é mariquice chorar...e não sou tão parvo que chegue a esse ponto!
AL

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Devias partir os dentes todos para os teus sentimentos sairem...............................................................................................

1:18 da tarde  

Publicar um comentário

<< Home