quinta-feira, outubro 26, 2006

mais uma crónica..

O passado tem muito mais peso que o futuro, porque já aconteceu, traz recordações.. alem do mais, o presente está constantemente a tornar-se passado... o que é presente aqui aqui já se tornou passado...
Mas por razões que não vêm ao caso, e que não vos interessa há situações do passado que quero recordar e outras que não.. há situações que quero encontrar e viver, e outras que não;
não quero encontrar o cheiro nem o eco dos hospitais, a solidariedade e tristeza das salas de espera; quero deixar para trás todo o passado que não vale a pena trazer ao presente, quero deixar alguma saudade a algumas pessoas que fizeram o favor de gostar de mim (também nunca vos pedi nada!) aí vêm as recordações que pareciam perdidas mas estão a passar como os carros de fórmula 1 a passarem a uma velocidade estonteante.. será que as consigo fotografar para as colar aqui nesta crónica?; o colarzinho da caveira(metal up your ass!!), o anel do benfica que aos 5 anos era lindo para mim e horrível para meus pais, quero meu avô vivo, quero a casa da minha avó, quero jogar ping pong com a gasolineira(os segredos encapuçados a fazerem-nos rir..), quero ler Júlio Verne em Chaves(aquele sorrisinho teu também não dispenso..), quero ver o Enke defender penaltis, quero ver peixe e batata cozida, quero voltar apaixonar-me pela Sharon Stone como aos 8 anos (não pela Madonna aos 12 anos, não eu!), quero ser o melhor jogador da escola, queria ser o mais alto da turma (nunca fui, eras tu... o do sorrisinho), quero ir á papelaria todos domingos (era "a bola" se faz favor.. 120$ não é? obrigado, bom domingo!), quero partir uma perna andar engessado de muletas( para as meninas terem pena de mim, não eu, não gosto que tenham pena de mim, odeio que tenham pena de mim, meu objectivo sempre foi assombrar e não fazer com que tivessem pena), quero dar pulos na cama, quero jogar á beira da junta, quero que minha avó me dê almoço, quero correr com o Fanta e o Bolinhas, quero um pratinho de tremoços no Algarve para mim e para vocês( como é que essa ninguém soube????), quero calças compridas e boné(não eu hoje, mas ontém, hoje não boné, não calças compridas, calções, roupa preta!), quero ser futebolista, nadador salvador, quero ser o Messala, o Ramsés, o Maximus, (até que mais recentemente o Stifler, passando para eko(claro, mais claro, claro!), o linus)! Não Não! o Sawyer! quero ir ao Gerês, quero ir à Alemanha(será????), quero ir à Aguda, quero ir a Espinho, quero ir à piscina, queria ser cristão(não acredito em Deus! Confesso! Recuso-me ser ateu! Quero acreditar em Deus! Faz-me falta! Faz-me mal não acrediar nele!) queria ser actor, (todos portugueses são maus actores, são demasiado teatrais no dia-a-dia para o serem no grande écran ou no teatro) quero o st.anger, o chinese democracy!queria conseguir dizer gosto de ti(aos pais avós amigos);
quererei ganhar coragem para dizer hoje gosto de ti!!!! Quererei idealizar o meu outro e eu mesmo!
Penso em Maria Antonieta no seu percurso para a guilhotina e dizer para o seu carrasco
-Só mais um minuto senhor carrasco!
Lá está, só mais um minuto, um minutinho senhor carrasquinho
quererei ganhar coragem para dizer que te amo, quererei despir-me da vaidade e dizer ao orgulho para parar de me agarrar tao ferozmente (como dois corpos que se abraçam, colam-se e não se largam mais), antes que anoiteça, antes que anoiteça para sempre...
AL

3 Comments:

Blogger VLT said...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

5:25 da tarde  
Anonymous Tu sabes quem sou! said...

Só te queria dizer que li o texto inteirinho...

10:44 da manhã  
Anonymous Tu sabes quem sou! said...

É engraçado saber mais um pouco daquilo que sentes... Acho que aqui relevaste muitas coisas que pensava estarem no tal passado!

10:49 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home