quinta-feira, março 24, 2005

Tipos de adeptos e um fisioterapeuta violento...

Acabo de chegar de Espinho onde o Sporting local acaba de derrotar o Esmoriz e garantiu o acesso à final do Campeonato Nacional de Voleibol, onde vai defrontar o Benfica. No domingo passado fomos a Guimarães assistir ao jogo que colocou o Benfica na final. Devem ter visto na TV a forma como este jogo acabou. Os adeptos do Guimarães descarregaram a sua frustração nos poucos adeptos do Benfica que foram ver o jogo, mas antes, no jogo da Luz, já estes tinham descarregado a sua euforia nos adeptos do Guimarães. Como não soubemos dos incidentes anteriores, fomos para Guimarães todos contentes com o cachecól do Benfica. Por acaso o nosso habitual bom senso levou-nos a não responder às provocações que sofremos e a sair mal o jogo acabou, senão os nossos leitores correriam o risco de não ter nada para ler esta semana... pelo menos! Depois do que vimos nestes dois jogos, deu-nos para conversar sobre o tipo de adeptos que vão aos pavilhões ou estádios portugueses:
- Os que se vão divertir e apoiar a sua equipa - Uma "espécie" cada vez mais extinta, mas que ainda vai existindo; aliás, hoje, salvo algumas excepções, quer os adeptos do Espinho quer os do Esmoriz deram um show de apoio incessante a ambas as equipas.
- Os que se vão divertir - Foi o nosso caso hoje; não apoiámos qualquer equipa, queriamos apenas assistir a um bom espectáculo e, de facto, divertimo-nos imenso.
- Os que vão apenas para insultar a equipa adversária - Impressionante! Hoje, à nossa frente estava um casal adepto do Espinho. O mais caricato é que, quando a sua equipa fazia um ponto, em vez de aplaudirem, insultavam os jogadores da outra equipa. Mas com impropérios que recusamos transcrever aqui para não ferir susceptibilidades.
- Os que vão para dar porrada nos adeptos adversários - É triste, mas acontece com muita frequência. Os exemplos da Luz e de Guimarães - em voleibol, mas há muitos mais, infelizmente - são tristes e é pena que os adeptos do Benfica não tenham sabido ganhar e que os do Guimarães não tenham sabido perder. É preciso percebermos que é só um jogo e que só uma das equipas pode ganhar.
- Os que vão para apoiar a sua equipa e que depois não podem por causa dos que vão para dar porrada nos adeptos adversários - Este foi o nosso caso em Guimarães...
- O fisioterapeuta do Esmoriz - Porquê?! Porque não temos conhecimento de outros fisioterapeutas a comportarem-se como adeptos, chegando ao ponto de se envolverem em confrontos com adeptos adversários. Aconteceu com o senhor Franklin Couto na final da taça de voleibol, quando foi provocado por um adepto do Benfica. Nesta foto é possível vê-lo no canto inferior esquerdo.
VLT e AL

1 Comments:

Blogger Freddy said...

Q saudades dos meus tempos juvenis de super-dragões...Abraço da Zona Franca

5:58 da tarde  

Publicar um comentário

<< Home